A Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), presente na Campus Party, no estande do Governo da Bahia, apresentou a linha de crédito Inovacred- Desenbahia, que financia projetos de inovação entre R$150 mil e R$ 10 milhões. O  gerente de negócios da capital da Desenbahia, Sérgio Matos, que apresentou uma palestra onde destacou que: “Nós temos como missão social abranger um maior número de segmentos e atividades, então, a Desenbahia está aberta para qualquer empresário de qualquer setor, desde que este empresário nos apresente um projeto de inovação”.

O secretário de Ciência Tecnologia e Inovação do Estado, Vivaldo Mendonça, reforçou que existe a possibilidade desses produtos desenvolvidos receberem aporte financeiro, naturalmente, fora o que já é investido com recursos não reembolsáveis. “A possibilidade de captar no mercado, como o caso do Desenbahia que oferece condições diferenciadas, é real e não tenho dúvida que a partir deste fortalecimento da atividade como atividade econômica, vai permitir mais recurso”.

Startups Instaladas no Parque Tecnológico da Bahia também marcaram presença. A Insix apresentou o aplicativo Meu Remédio, que facilita a procura por medicamentos nos Postos de Saúde da Bahia. “Esse aplicativo informa à população em qual posto de saúde está o medicamento pesquisado, especialmente aqueles medicamentos que o Ministério da Saúde considera essencial e disponibiliza gratuitamente”, informou o diretor da Insix, Marcelo Costa.

A ideia é evitar que o cidadão vá a um posto que não tem o remédio e gaste mais tempo procurando. “A receptividade do público foi ótima, pois essa é uma informação de utilidade pública”, disse Marcelo sobre a presença na Campus Party. O apoio do Governo do Estado tem possibilitado visibilidade e vem abrindo novas portas para o negócio, que também será instalado em Mossoró, no Rio Grande do Norte. O aplicativo está disponível na plataforma Android.

A presença das startups na Campus Party Bahia é resultado do apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). “É algo revolucionário as startups estarem aqui participando da Campus. Fizemos diversas visitas e a exposição, a interação com o público permite justamente qualificar os produtos, criar uma oportunidade, gerar desenvolvimento. O meio de programação na Bahia está muito ativo, inclusive, não só das empresas e estão incubadas no Parque Tecnológico. A gente está preparando uma nova chamada para atrair mais empresas, mais iniciativas e a difusão deste tipo de prática na Bahia certamente encontra na Campus um terreno fértil para aprimoramento e integração com outras iniciativas que são de outros estados”, enfatizou o secretário Vivaldo Mendonça.

Desenbahia presente na Campus Party  (Foto: Mateus Pereira / GOVBA)