O mercado aceitou o aumento de impostos sobre os combustíveis como um componente das medidas fiscais, reforçando o compromisso do governo com as metas.

A semana apresentou um clima de tranquilidade, devido ao recesso parlamentar, e os investidores mantiveram a expectativa pela divulgação do balanço de grandes empresas no segundo trimestre.

O Ibovespa encerrou o pregão de hoje (21), em baixa de 0,39% aos 64.684 pontos. Na semana, a queda foi de 1,15%. Até aqui, no mês de julho, o principal índice da bolsa brasileira acumula uma alta de 2,84%.

O dólar comercial está cotado a R$ 3, 142, teve alta de 0,48%. Na semana a moeda norte-americna apresentou queda de 1,38%.

O euro fechou em ligeira queda de 0,06%, ficou valendo R$ 3,665.