Pesquisa do DIEESE – Departamento Intersindical de Estudos Socieconômicos, mostra que em junho o preço da cesta básica no Brasil caiu na maioria das 23 capitais brasileiras.

Em Salvador a queda foi de 0,31%. Na capital baiana, a cesta custa hoje R$ 350,22 – a segunda mais barata entre as  capitais, ficando atrás apenas de Rio Branco no Acre, onde o valor é de R$ 333,30. A mais cara foi a de Porto Alegre: R$ 443,66.

Nas 26 capitais brasileiras, houve redução no custo da cesta em 22 e aumento em apenas quatro: Fortaleza, São Luís, Macapá e Rio Branco.

Pela projeção feita pelo DIEESE, tomando por base o custo da cesta mais cara hoje no país (a de Porto Alegre), uma família de quatro pessoas precisaria de uma renda mensal para cobrir as necessidades básicas, incluindo a alimentação, de R$ 3.727,19.

Os produtos considerados como itens da cesta básica pesquisados são: feijão, arroz, carne, açúcar, café, óleo, manteiga, farinha, tomate, batata, pão e leite integral.

foto: metal revista