O México surpreendeu em boa parte do primeiro tempo. Teve lá suas chances porém, as do Brasil foram bem melhores.  Nossa equipe  não foi bem na transição ofensiva,  e os mexicanos davam bastante trabalho a Fagner e Filipe Luís com Vela e Lozano. 0 x 0 bastou,  mesmo com a disposição dos aguerridos comandados de Osório e, a qualidade técnica superior do time de Tite.

No segundo tempo, Neymar deu o toque de mestre.  Aos cinco minutos, atraiu toda a marcação, ajeitou de calcanhar para Willian e recebeu de volta para fazer Brasil 1 a 0.  Os mexicanos, que se perderam na partida e cometeram muitas faltas, levaram mais um gol no final, de Firmino depois de boa arrancada de Fernandinho que passou a bola para Neymar. Ele entrou na área, deu um toque na bola, Ochoa desviou e Roberto Firmino botou 2 a 0 no placar. Resultado de um time superior.

O camisa 5 Casemiro levou cartão amarelo, o segundo dele na Copa do Mundo, e está suspenso do próximo jogo da Seleção, contra a Bélgica, pelas quartas de final. Ele era um dos três pendurados da equipe: Philippe Coutinho e Neymar eram os outros.