Vem aí a Copa 2 de Julho sub 15. O mais tradicional torneio de futebol de base da Bahia será lançado na próxima sexta-feira, dia 06 de abril, em solenidade que ocorrerá na Tribuna de Honra do Estádio de Pituaçu, em Salvador, a partir das 8h. A edição 2018 é a décima da competição, que começa no dia 30 de junho, com a grande final prevista para acontecer no dia 11 de julho.

 

A competição é organizada pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego e Esporte (Setre), com apoio do Ministério do Esporte e da Federação Bahiana de Futebol (FBF). Representantes destas entidades também devem participar do evento de lançamento.

 

Para o encontro, será oferecido um café da manhã para a imprensa e dirigentes onde será mostrado um vídeo comemorativo, contando um pouco da história do torneio, apresentação de depoimentos de dirigentes e de atletas que passaram pela Copa 2 de Julho e, que hoje, atuam em grandes clubes do futebol mundial, curiosidades, dentre outros.

 

Na ocasião, os organizadores do torneio divulgarão os últimos detalhes da competição, que em 2018 terá 40 equipes, com a participação de clubes do futebol brasileiro, como Bahia, Vitória, Flamengo e Palmeiras, dentre outros, além de agremiações dos países da Bolívia e Angola. A competição ainda terá equipes amadoras e seleções de municípios baianos.

 

Criada em 2007 em homenagem à data da Independência da Bahia, a Copa 2 de Julho é realizada pelo Governo do Estado, por meio da Sudesb. Nas últimas edições, tornou-se uma das principais vitrines do futebol nacional, tendo demonstrado seu valor com a revelação de mais de 70 atletas que tiveram o primeiro contrato profissional após descoberta de talento no torneio baiano.

Exemplos como o jogador baiano, revelado pelo Bahia, Anderson Talisca, recém-convocado para a Seleção Brasileira do técnico Tite, para jogos amistosos; Walace Souza Silva que disputou os Jogos Olímpicos pela Seleção Brasileira na Rio 2016; Neilton, atualmente jogando pelo Vitória, e na época disputou a competição pelo Santos, e José Welison, que disputou a Copa 2 de Julho pelo Vitória, e hoje é titular do rubro-negro baiano.