O ex-lateral direito Perivaldo, também conhecido como Peri da Pituba, morreu na madrugada desta quarta-feira, vítima de pneumonia, no Hospital Universitário Gafree e Guinle, na Tijuca, Zona Norte do Rio, onde estava internado havia uma semana.

Baiano de Itabuna (BA), Perivaldo Lúcio Dias foi revelado pelo clube grapiúna, em 1973.  Alcançou sucesso jogando pelo Bahia, foi tricampeão baiano entre 1975 e 1977,  e em sua passagem pelo Botafogo chegou à seleção brasileira. Peri fez parte do lendário time de 82, ao lado de craques como Falcão, Zico, Sócrates e Cerezzo. Contra a Tchecoeslováquia, salvou um gol em cima da linha.  Jogou ainda no Palmeiras, São Paulo, Bangu e Yukong Elephants, da Coréia do Sul.

Segundo o diretor do Hospital Universitário Gafree e Guinle, Fernando Ferry  “Perivaldo vinha reagindo bem aos tratamentos. Chegou aqui com forte falta de ar e uma suspeita de tuberculose, problema que o afetou no passado e produziu graves danos a seus pulmões. Morreu essa madrugada, dormindo “.

Uma notícia surpreendeu à todos, em 2013, Perivaldo foi encontrado como morador de rua, em Lisboa (Portugal).  O Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro (Saferj), depois de traze-lo de volta ao Brasil, com a ajuda de alguns amigos, conseguiu um emprego e nova moradia para ele.

O sepultamento, ainda não tem local e horários definidos, e o sindicato está procurando contato com os familiares do ex-atleta que moram na Bahia. Perivaldo estava sozinho no hospital.

foto: revista placar