Durante o Fórum GRI de Parcerias Público-Privadas (PPPs), realizado na tarde desta sexta-feira (20/10) na Arena Fonte Nova, o governador Rui Costa apresentou o sucesso do modelo de investimento no governo do Estado. Atualmente, a Bahia possui seis contratos em execução neste modelo.

São eles: o Hospital do Subúrbio, a própria Arena Fonte Nova, a Central de Diagnóstico por Imagem, o Hospital Couto Maia, o Emissário Submarino e o Metrô de Salvador/Lauro de Freitas. Sem esquecer o projeto em fase de licitação, o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Subúrbio Ferroviário de Salvador. Tem ainda, em fase de estudo, o Sistema BA 052 (Estrada do Feijão).

“Nós temos procurado colocar projetos de pé e dar garantias aos investidores, assumindo os compromissos, sem ir além daquilo que assumimos. Isso tem garantido o sucesso das PPPs na Bahia”, disse o governador durante o evento que reuniu autoridades, executivos, organismos internacionais e investidores para debater os projetos de infraestrutura e o potencial para investimentos no Estado.

Dentre os presentes estavam os secretários estaduais de Desenvolvimento Econômico, da Fazenda e da Casa Civil, Jaques Wagner, Manoel Vitório e Bruno Dauster, respectivamente, também estiveram presentes.

Hoje, a Bahia concentra 3% das PPPs na área de saúde no Brasil. O estado lidera ainda a Rede PPP, grupo intergovernamental coordenado pela Secretaria da Fazenda (Sefaz), que reúne gestores e especialistas de outros estados, municípios, órgãos federais e agências de fomento, além de contar com parceiros internacionais, entre eles, a ONU, o Banco Mundial, a London School of Economics and Political Science e a Embaixada Britânica.