A adolescente baiana Ludmilla Coutinho, de 15 anos, participou de uma ação no Espaço Kids, dentro da programação cultural da III Feira Nacional das Caixas de Assistências, ocorrida em Belo Horizonte entre os dias 06 e 08 de junho. O evento foi promovido pela Caixa de Assistência de Minas Gerais (CAA Vanguarda), com apoio da Coordenação Nacional das Caixas de Assistência dos Advogados – Concad. Ludmilla recebeu o convite da organização do evento e falou sobre seu livro destinado ao público infantil.

Autora do livro ‘Dois Bichinhos do Barulho’, lançado quando ela tinha sete anos, Ludmilla falou da importância da cultura e educação na vida e na formação de crianças e adolescentes e destacou o apoio que sempre recebeu dos pais na elaboração e publicação da obra. “Era muito pequena quando vi o meu pai lançando o seu primeiro livro e fiquei encantada com a movimentação no dia do lançamento. Depois, resolvi que iria escrever o meu livro”, disse a jovem, ressalto que a ajuda e o apoio que recebeu dos meus pais e dos meus avós foi muito importante e decisivo para o sucesso do seu projeto.

Em ‘Dois Bichinhos do Barulho’, a escritora narra a história do cachorro Pulguinha e do gato Sarninha, que tomam a porção mágica de uma bruxa e passam a latir e miar em inglês e francês. O detalhe é que, depois da porção, é o gato quem late e o cachorro quem mia. “É uma história infantil narrada por uma criança cujo sonho foi apoiado pelos pais e amigos”, lembrou Ludmilla acrescentando que crianças e adolescentes que tenham um sonho, como o de lançar um livro, devem perseguir esse sonho e os pais devem dar todo o apoio.

Perguntada sobre futuro profissional, Ludmilla disse que o fato de seus pais serem da área da advocacia desperta nela uma forte tendência em também abraçar o direito como profissão. “No entanto, como gosto de ajudar as pessoas, a medicina também me atrai muito”, lembra Ludmilla ressaltando, porém, que até então o direito é a grande opção.