O nome do senador Aécio Neves (PSDB-MG), foi retirado do painel de votações do Senado. Além disso, o presidente do Senado Eunício Oliveira, encaminhou um ofício ao ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, informando a suspensão do pagamento da remuneração de Aécio, senador afastado, no valor de R$ 33,7 mil. Constam ainda do ofício enviado, ao ministro, que a verba indenizatória a que Aécio Neves tem direito, como senador, foi suspensa desde o dia 18 de maio, quando o senador foi afastado, e que o veículo utilizado pelo tucano foi recolhido na mesma ocasião. Aurélio é o relator das investigações sobre Aécio, com base nas delações premiadas dos executivos da JBS, na operação Lava Jato.

O portal do Senado, na internet, atribui a exclusão do nome de Aécio Neves da lista dos senadores a um “afastamento por decisão judicial”.

foto: jpsdb bloger