A Agência Nacional de Telecomunicações – ANATEL está preocupada com o grande número de aparelhos de telefone celular que estão funcionando de maneira irregular no país.

Um estudo do órgão verificou que muitos aparelhos não estão registrados por várias razões, como comércio pirata, roubos e falsificações. Esse número pode chegar a 40 milhões de telefones móveis.

As operadoras serão orientadas pela ANATEL a normalizar a situação junto aos usuários até a data limite de 15 setembro.

O bloqueio dos números considerados irregulares deve ser feito pelas operadoras em no máximo 65 dias após aviso aos donos dos números.

foto: jornal entre rios