Um avião pilotado pelo ex- senador boliviano  Roger Pinto Molina, de 58 anos, sofreu uma queda em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal.  Uma equipe do Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes (Seripa VI) foi ao local do acidente para colher informações. O estado de saúde de Molina é muito grave.

Ainda não há detalhes sobre as suspeitas da causa do acidente.

O avião de pequeno porte, prefixo PU-MON, caiu ontem (12), no Aeroclube de Luziânia. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu na cabeceira da pista, logo após a decolagem, e não houve explosão após a batida com o solo.

De acordo com as informações da Corporação, Molina apresentava várias lesões mas, estava consciente. Ele foi transportado de helicóptero para o Hospital de Base de Brasília.

Segundo o Hospital de Base de Brasília, Molina deu entrada, naquela unidade, com traumatismo craniano, trauma de face e de abdômen e sofreu parada cardiorrespiratória.

Roger Pinto Molina, ficou conhecido em 2012, quando buscou asilo político, no Brasil, alegando que estava sendo perseguido por Evo Morales, na época presidente da Bolívia.

Autoridades brasileiras, FAB à frente, apuram as causas do sinistro.

 

 

 

Avião acidentado (Foto/ Divulgação/ Corpo de Bombeiros)