Com a pausa para a Copa do Mundo, a maioria dos clubes da Série A ganhou folga. Para Bahia e Ceará, no entanto, não houve trégua no calendário. As duas equipes iniciaram nesta quinta-feira, no Castelão, a disputa pela semifinal da Copa do Nordeste 2018. Com gol de Élber, o time baiano venceu por 1 a 0 e deu um passo importante por uma vaga na final do regional. A partida marcou a estreia do técnico Enderson Moreira pelo Tricolor.

O primeiro tempo
Bahia e Ceará fizeram um primeiro tempo morno. A primeira oportunidade da partida foi desperdiçada por Elton, que enganou a marcação baiana e chutou cruzado pela linha de fundo. O Bahia respondeu com Mena, que dominou a bola na grande área, dividiu com Éverson e não conseguiu balanças as redes. A partir de então, as chances se tornaram raras, e os problemas médicos ganharam destaque. No Alvinegro, Felipe Azevedo se queixou de dores e foi substituído por Luidy. No Tricolor, Élber entrou na vaga de Kayke, com um problema muscular. A falta de criatividade não ficou sem resposta. Na saída de campo, os torcedores cearenses vaiaram a equipe da casa.

O segundo tempo
Na volta do intervalo, o Bahia tentou pressionar e conseguiu uma sequência de escanteios. Mas quem conseguiu assustar foi o Ceará. Após cruzamento na grande área, Naldo desviou a bola e atingiu a trave. No lance seguinte, Luidy chutou de fora da área para defesa de Anderson. Com o Alvinegro no campo de ataque, o contragolpe virou a arma tricolor. Gregore puxou lance em velocidade da defesa e a bola sobrou para Régis na esquerda. O meia tocou rasteiro para o meio da área, e Élber, de carrinho, completou para o fundo das redes. O Ceará tentou o empate com Pio, em cobrança de falta defendida pelo goleiro. Sem conseguir ser efetivo, o time da casa voltou a sofrer com protestos da torcida.

Partida de volta
Bahia e Ceará voltam a se encarar pela Copa do Nordeste na próxima terça-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Como venceu o primeiro embate, o Tricolor joga por um empate para ficar com a vaga na final. O Vovô precisa de um triunfo por pelo menos dois gols de vantagem. Um triunfo alvinegro pelo placar mínimo leva a decisão para os pênaltis.

Visitante inofensivo?
O desempenho como visitante é o ponto fraco do Bahia no Campeonato Brasileiro, com cinco derrotas e nenhum gol marcado em cinco partidas. Mas, na Copa do Nordeste, o aproveitamento tricolor é muito melhor. Foram cinco partidas longe de Salvador pelo regional, com quatro triunfos e uma derrota, aproveitamento de 80%.

Série negativa continua
O Ceará segue em jejum de triunfos na temporada. A última vez que o Alvinegro venceu foi na final do campeonato estadual, em abril. Desde então, disputou 15 partidas, com sete empates e oito derrotas.

Vaias e protestos
A derrota para o Bahia repercutiu nas arquibancadas do Castelão. Os torcedores alvinegros vaiaram a equipe comandada por Lisca e não pouparam nem mesmo o meia Ricardinho, considerado uma das referências técnicas do time. A diretoria cearense também foi criticada, principalmente o presidente Robinson de Castro.

Fonte: G1 – Foto: Thiago Gadelha / Agência Diário