Após uma folga de dois dias o Bahia voltou aos treinamentos na tarde desta quarta-feira e agora foca suas ações na partida que ará domingo, na Arena Fonte Nova, contra a Chapecoense. Garantido na primeira divisão do futebol brasileiro em 2018, o tricolor alimenta uma remota esperança de conseguir uma vaga na Liberadores do próximo ano.

Para isso, terá que vencer o time catarinense e também o São Paulo, na última partida da competição, no dia 03 de dezembro no Morumbi. Sem esquecer ainda que terá que torcer por algumas combinações de resultados entre os demais clubes da parte de cima da tabela para voltar a disputar uma Libertadores. Matemáticos apontam que o tricolor tem 10% de chances de conseguir esse feito.

“Temos a obrigação de tentar satisfazer a torcida. Colocamos a possibilidade na cabeça deles, agora a responsabilidade é toda nossa. Vamos tratar de vencer o próximo e tentar nem que seja a pré-Libertadores, não importa”, disse o técnico Paulo César Carpegiani, que conta com o retorno do volante Renê Júnior e do zagueiro Lucas Fonseca.

Por outro lado, corre o risco de perder para o jogo contra o São Paulo os jogadores Jean, Eduardo, Tiago, Juninho Capixaba, Zé Rafael, Allione e Edigar Junio. Todos pendurados com dois cartões amarelos.

Carpegiani – Foto: Marcelo Malaquias / ECB Divulgação