Desta quarta-feira (28) a 4 de março, a Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa) participa da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), considerada uma importante Feira de Turismo de Portugal para o público profissional e turista. O evento será realizado na FIL no Parque das Nações, em Lisboa, atraindo naturalmente compradores e formadores de opinião de países que também são mercados prioritários para o Estado.

No local, estarão presentes grandes marcas turísticas e representantes de segmentos como turismo acessível, LGBT, lazer, cultura, ecoturismo e corporativo. Participam do evento países da América do Sul e Caribe, Europa, Ásia, África e Oceania. De acordo com organizadores do evento, em 2017, a Feira contou com mais 77 mil visitantes, dos quais 40.113 formavam o publico geral, 37,888 visitantes profissionais e 1.050 expositores.  “Vamos estar no evento de forma institucional, apresentando as principais atrações do Estado. Temos a vantagem de mostrar as nossas praias, cachoeiras, centros históricos, festas populares, uma diversidade de atrações que só a Bahia tem”, diz o superintendente Diogo Medrado.

Os visitantes poderão conhecer mais da Bahia e entrar em contato com nossos profissionais para ter mais informações sobre os segmentos, roteiros e produtos turísticos. No local, haverá um espaço para interação, geração de networking, em um ambiente onde os operadores e membros da imprensa estejam imersos nas informações de venda do destino.

Portugal, por sua localização estratégica, se constitui como “hub” de distribuição de turistas do mercado da Europa para o Brasil e para a Bahia, pelos laços de irmandade, acordos comerciais e o número de movimentação turística entre os dois países. “A participação no evento também é importante para fomentar os voos diários da Companhia aérea TAP (Salvador/Lisboa/Salvador), as três frequências semanais da Air Europa, bem como promover os voos charters, dando continuidade às ações realizadas para a captação do fluxo de turistas do mercado português para a próxima temporada, objetivando o aumento do fluxo turístico do mercado europeu para a Bahia”, enfatiza Medrado.

Foto: Rosilda Cruz / Bahiatursa