Enquanto negocia com o São Paulo e o Corinthians a ida dos jogadores Jean e Juninho Capixaba, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, faz questão de tranquilizar a torcida quanto a permanência de alguns atletas no elenco para a temporada de 2018. Um deles é o meia Zé Rafael, que segundo ele uma negociação está descartada em primeiro momento.

Segundo o presidente, Zé Rafael faz parte de uma estrutura esportiva que o tricolor pretende projetar para o ano que vem. “Zé Rafael fica no clube para 2018. Atleta que faz parte de uma estrutura esportiva que a gente pretende projetar para o ano que vem. Atleta muito importante para essa estrutura. Atleta que garantiu a formação do nosso perfil de jogo. Ele fica no Bahia para 2018 – disse Bellintani em entrevista ao repórter André Gallindo, da Globo.

A conversa ocorreu nesta quarta-feira, em Assunção, no Paraguai, durante o sorteio da Sul-Americana, quando ficou definido que o Bahia vai enfrentar Blooming, da Bolívia, sendo o primeiro jogo fora de casa e a partida de volta na Arena Fonte Nova.

Na ocasião, Guilherme Bellintani foi questionado sobre a importância que a diretoria tricolor dará para a participação na competição internacional. “A gente trata com muito empenho, muita prioridade. Há muito tempo o Bahia não disputa uma competição internacional. Para nós, estar na Sul-Americana não é ainda o ponto de chegada, o ponto onde queremos chegar. Mas é um ponto importante no processo de reconstrução do clube, de crescimento gradativo do Esporte Clube Bahia”.

Bellintani também falou sobre quem comandará o Bahia à beira do gramado. “Estamos com muita análise, muita discussão. Temos um excelente técnico que acabou o contrato agora com o Bahia, que é o Carpegiani, fez um excelente trabalho nessa reta final de Brasileiro, é uma opção, temos conversado com o Carpegiani, entendendo o modelo para o ano que vem, mas também analisando outras formas, outras propostas de trabalho”.

Zé Rafael – Foto: Felipe Oliveira / ECB Divulgação