Tite diz que ele joga muito. Eric Cantona diz que ele é ator. Coutinho, Jesus e companhia rasgam elogios. Peter Schmeichel diz que o futebol está farto de suas encenações. Juan Carlos Osorio detona. Thiago Silva afaga. E o VAR, tecnologia criada para minimizar erros de arbitragem, ignora solenemente suas quedas e dores, algo que incomoda a seleção brasileira.

Este é Neymar em sua segunda Copa do Mundo. Cada dia jogando melhor e sendo mais importante para a equipe. Proporcionalmente à sua capacidade de decidir, aumentam a blindagem de quem quer vê-lo longe de polêmicas e as críticas do mundo do futebol ao seu comportamento.

Minutos depois de Osorio, técnico do México, detonar Neymar sem mencionar seu nome, dizer que o futebol é “jogo de homens”, e não para palhaçada, e classificar como vergonha o tempo perdido com suas quedas, o atacante brasileiro obviamente foi questionado sobre as palavras do adversário.

Tite interveio e não deixou que ele respondesse.

– As hierarquias se mantêm. Técnico fala para técnico, direção para direção, jogadores com jogadores.

 

A comissão técnica da Seleção quer afastar de seu craque qualquer faísca que possa interferir no seu desempenho. Seja respostas a críticas ou polêmicas com arbitragens. Mas ambas estão crescendo, principalmente porque o brasileiro está se tornando uma das poucas estrelas de uma Copa do Mundo que já perdeu Messi, Cristiano Ronaldo, e os estelares elencos de Espanha e Alemanha.

As críticas

O lendário goleiro dinamarquês Peter Schmeichel, pai de Kasper Schmeichel, que herdou seu posto e se destacou no Mundial, bateu duro em Neymar.
Tite lembra que Neymar ficou três meses parado:

Tite lembra que Neymar ficou três meses parado: “Repetiu a atuação do jogo anterior”

Astro francês dos anos 80, Eric Cantona gravou um vídeo engraçadinho para chamar o brasileiro de ator. O inglês Alan Shearer disse que estão todos fartos de seu estilo de jogo.

Na BBC, inglesa, Neymar foi escolhido o pior em campo contra o México. Uma análise obviamente passional pelo ódio às suas quedas, já que na bola ele foi tão bem a ponto de merecer o troféu da Fifa de melhor em campo.

“Meu Deus, Neymar até ganhou o prêmio de melhor jogador da partida, mas a Fifa tem de olhar para a maneira como ele se comportou nesse jogo. Não consigo achar outra maneira de descrever que não seja lamentável. É muito irritante de assistir. A maneira com que ele tenta forçar cartões nos adversários. Parecia que ele estava morrendo. Pensei que ele seria colocado numa maca, então numa ambulância, e nunca mais o veríamos de novo. Você já viu (Cristiano) Ronaldo fazer isso? Ele aprendeu rapidamente quando era novo. Você vê Messi e Harry Kane fazendo isso? Gianni Infantino estava no estádio, eles têm de olhar para isso. É preciso que os árbitros deem uma advertência a ele na primeira vez que fizer isso, e depois o expulsem. Só assim ele vai aprender.”, disse Peter Schmeichel sobre Neymar

Fonte: Globo.com – Foto: Carl Recine/Reuters