Considerado a maior festa de participação popular do planeta, o Carnaval reúne todos os anos milhares de turistas de várias partes do mundo na capital baiana. O período é de descontração e alegria, mas também um momento de alertar o público contra o trabalho infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes. Com este objetivo, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) lançou, nesta terça-feira (6), no foyer do Teatro Castro Alves, a campanha ‘fique de olho’, que promove ações de conscientização durante o evento e tem como padrinho Carlinhos Brown.

Para Carlos Martins, titular da SJDHDS, as ações têm como objetivo promover um carnaval de paz, sem violência e com respeito. “É fundamental coibirmos nesse período de festas o trabalho infantil e a exploração sexual de menores. É muito comum vermos nessa época crianças submetidas a situações degradantes no carnaval. Por isso estamos montando o Plantão Integrado com o ministério público, a defensoria pública, forças de segurança e outras secretarias para combatermos esse mal numa força conjunta”.

O Plantão Integrado, que funcionará na sede do Procon, na Rua Carlos Gomes, e abrigará também o Observatório de Violações dos Direitos da Criança e do Adolescente, conta com a parceria do centro de defesa da criança e do adolescente Yves de Roussan (Cedeca), e agrega representações do Ministério Público do Estado, Defensoria Pública, Conselho Tutelar, Observatorio Estadual de Combate à Exploração Sexual e o Trabalho Infantil, Fundação da Criança e do Adolescente, Ordem dos Advogados da Bahia (OAB) e outras instituições da sociedade civil organizada.

Durante todo o carnaval, material informativo será distribuído em terminais, portos, aeroportos, hotéis, pousadas, pontos de táxis, entre outros locais, alertando a população quanto ao caráter criminoso da violência sexual e da exploração do trabalho infanto-juvenil. Mais de 110 profissionais atuarão na prestação de informações sobre os canais de denúncia, pontos de atendimento nos circuitos da folia e orientação sobre os serviços disponíveis na rede de atendimento.

Outras ações – Além da campanha, outras iniciativas da SJDHDS foram anunciadas durante o evento, como o ‘Adolescente Proteja’, que garante o respeito ao direito de crianças e adolescentes; o ‘Projeto Viver’, que fornece atendimento adequado e orientação a vítimas de violência sexual e ‘o Plantão de Monitoramento da Violência’, que funcionará no Casarão da Diversidade acolhendo denúncias de violação aos direitos dos LGBT’s.

Foto: Alberto Coutinho / GOVBA Divulgação