Depois de se recuperar de uma lesão e dar a volta por cima, terminando a temporada como artilheiro do Bahia com 15 gols, 12 deles no Brasileirão, o atacante Edigar Junio projete um 2018 bem melhor para ele e para o tricolor.

Segundo o atacante, na próxima temporada o leque de competições do Bahia será maior. Além do Campeonato Baiano e da Copa do Nordeste, o tricolor ainda disputará a Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana.

“Esse foi um ano em que eu fiquei mais tempo lesionado, mas graças a Deus pude dar a voltar por cima, tendo essa sequência de gols. Posso dizer que foi a melhor temporada da minha carreira pelo que fizemos no campeonato, pelo título e gols. Foi o melhor ano da minha vida”, disse o artilheiro.

Para Edigar Junio, uma das razões para o sucesso do tricolor em 2017 foi a base mantida após o acesso à Série A. Além da boa campanha no Brasileirão, o time conquistou a Copa do Nordeste após 15 anos em final contra o Sport.

“A gente vinha de uma Série B e conseguimos montar uma base, chegando peças que agregaram, fazendo com que a gente tivesse mais confiança. Desde o início do campeonato a gente entendia que no final a gente ia comemorar, fazer uma temporada boa, e foi isso que aconteceu. Poderíamos ter beliscado uma Libertadores, mas foi muito bom o ano”, lembrou o camisa 11.

Edigar Junio – Foto: ECV Divulgação