Na linha do não esperar pelo pior, o governo japonês se antecipou e vai instala nesta terça-feira (19/09), no Norte do país, um novo interceptador de mísseis PAC-3 na ilha setentrional de Hokkaido. Dias atrás os norte-coreanos projéteis que sobrevoaram o Japão.

A instalação ocorre quatro dias depois de o regime de Kim Jong-un realizar seu último lançamento de médio alcance, que caiu no Oceano Pacífico após sobrevoar essa área do Japão.

O ditador Kim Jong-um ameaçou o Japão, avisando que iria afundar seu território com uma bomba nuclear. Isso porque os japoneses apoiaram as sanções promovidas pelos Estados Unidos, após a Coreia do Norte ter lançado outro míssil que sobrevoou o norte do Japão em 29 de agosto.

Sem revelar detalhes, como o número de lançadores antimísseis instalados no país, o governo japonês informa apenas que utiliza destroyers Aegis, da Marinha, para derrubar mísseis aerotransportados, e o PAC-3 para resistir aos projéteis.

Foto: Issei Kato / Reuters