Ao longo da semana, as escolas da rede estadual de ensino, especialmente de Educação Indígena, realizam diversas atividades culturais alusivas ao Dia do Índio, celebrado nesta quinta-feira (19). São jogos tradicionais, pinturas, desfiles, rituais, oficinas, bate-papos, apresentações artísticas e outras que visam ao fortalecimento da identidade étnica e da cultura indígena.

As ações estão programadas em Salvador e, principalmente, no interior, com os estudantes indígenas nas cidades de Coroa Vermelha, Ibotirama e Olivença. Atualmente, a rede estadual de ensino possui 27 unidades escolas de Educação Indígena, com 44 espaços anexos e 6.825 estudantes indígenas matriculados.

O Colégio Estadual Indígena de Coroa Vermelha, na aldeia Coroa Vermelha, no município de Santa Cruz Cabrália, no extremo sul do estado, promove a Semana Cultural até esta quinta (19), com uma extensa programação envolvendo a participação de estudantes, professores, lideranças e toda a comunidade local. O evento inclui brincadeiras e pinturas indígenas, desfile de Jokana e Kakusu (casal indígena mais bem enfeitado), além de rituais e brincadeiras tradicionais.

Salvador 

Nesta quinta (19), às 10h, no Centro Cultural Solar Ferrão, localizado no Pelourinho, alunos do 6º ano da Escola Estadual Severino Vieira farão uma apresentação de dança indígena para estudantes de outras escolas públicas do entorno. As coreografias foram aprendidas na oficina de ‘Música Indígena e Africana’, que eles participam às quartas-feiras, no mesmo local.

Ibotirama 

O Colégio Estadual Indígena Marechal Rondon, localizado no assentamento Terra Indígena Tuxá, em Ibotirama, na região oeste, também promove, nesta quinta-feira (19), a partir das 7h30, a culminância do projeto ‘Protagonismo, Identidade e Cultura Viva’ que foi iniciado no dia 2 de abril, como parte das comemorações do Dia do Índio.

O projeto interdisciplinar visa divulgar a cultura Tuxá, história, crenças, mitos, religiosidade, artesanatos, tradições e saberes. A programação é composta por mesa de caciques e instituições, exposição de artesanatos indígenas Tuxá, ervas medicinais, comidas típicas, pintura corporal, além de jogos indígenas e ritual de dança Toré.

Olivença 

Em Olivença, no sul do estado, os estudantes dos colégios estaduais indígenas Tupinambá de Olivença, de Abaeté, Amotara e de Cuipe de Baixo participam do ‘V Jogos Indígenas Tupinambá’, de 19 a 22 de abril, na Aldeia Mãe Olivença. A competição busca integrar as comunidades escolares indígenas dos tupinambás de Olivença e as etnias convidadas, como o povo Pataxó, Pataxó hã hã hãe, Tuxá, kiriri e Pankararé para difundir os costumes indígenas.

Entre os jogos, destacam-se arco e flecha, arremesso de tacape, cabo de força, natação, corrida de tora, futebol, corrida rústica, zarabatana, luta corporal e luta com maracá.