O milho, que é a base de várias receitas típicas das festas juninas, foi a grande inspiração para que os estudantes do curso técnico em Nutrição e Dietética, do Centro Estadual de Educação Profissional em Alimentos e Recursos Naturais (CEEP) Pio XII, localizado em Jaguaquara, desenvolvessem receitas saudáveis e deliciosas. A atividade integrou o projeto “O milho nosso de cada dia”, que teve como objetivo fomentar a prática culinária, aproveitar a época para valorizar as tradições juninas, bem como incentivar o empreendedorismo entre os estudantes.

Durante as oficinas, os futuros técnicos de nível médio aprenderam quais são os ingredientes necessários e como fazer canjica, pamonha, suco de milho, trufas e bombons de milho, além do tradicional bolo de milho, delícias muito apreciadas neste período do ano. “Pensamos em realizar esta oficina pela grande variedade de pratos que podemos criar e degustar com o milho, um produto saboroso, importante para a nossa alimentação e que podemos encontrar com facilidade. Os estudantes gostaram da iniciativa”, contou a vice-diretora da unidade Vanusa Monteiro.

O estudante Maibson de Jesus, 16, do 2º ano, participou da oficina e aprendeu a fazer um prato muito apreciado pelos nordestinos, a canjica. “Escolhi fazer a canjica, pois gosto muito e sempre tive vontade de aprender. Até sabia quais ingredientes que são usados na receita, mas não sabia o ponto final da preparação. Agora já posso até contribuir no banquete junino da minha família”, comemora.

Já Grazielly dos Santos, 18, do 4º ano, preferiu as aulas de confecção de trufas e bombons com recheios de milho. “A mistura do chocolate com milho me deixou interessada. Confesso que fiquei surpresa com a inovação e de como ficaram saborosos os docinhos. Foi uma ótima iniciativa do centro. Aprendemos muito sobre o milho, seu potencial, o quanto ele é utilizado na culinária nordestina e formas de estocar, porque nesta época a colheita é grande e temos muito milho em casa”, revela a estudante.

Quem também participou da oficina foi Mônica Santiago, 17, 3º ano. A estudante contou que fez questão de participar da aula, pois ensinou a preparar o bolo de milho cremoso, um dos seus preferidos. “Durante a aula me lembrei muito do bolo que minha mãe faz em casa. Foi uma conexão muito boa. Já quero colocar em prática meu aprendizado e fazer meu próprio bolo”, brinca.

Foto: SEC BA