Na próxima segunda-feira dia (13), a comunidade médica se reúne em um jantar no restaurante Alfredo Di Roma, em Ondina, para conhecer as novidades do ramo na luta contra o câncer. Na ocasião, será apresentada a nova plataforma de Sequenciamento de Nova Geração (NGS), a ser utilizada pelo Laboratório Studart & Studart, que permite avaliar a presença de mutações somáticas (adquiridas ao longo da vida) ou mutações germinativas (herdadas do pai ou da mãe) para diversos tipos de câncer.

Vale ressaltar que o câncer é uma doença que tem sua origem em distorções no DNA das células e, essas variações imperfeitas, são classificadas como mutações e podem ser hereditárias ou podem ser adquiridas ao longo da vida por diversos motivos como cigarro, radiação solar, poluição, agrotóxicos, etc.

Com o objetivo de acompanhar os avanços tecnológicos e utilizá-los em benefício dos pacientes, o Laboratório Studart & Studart, especializado em anatomia patológica e biologia molecular, investe em pesquisas na área de saúde. São disponibilizados testes altamente modernos para avaliações em diversos tipos de câncer: Pulmão, Colorretal, Melanoma, Ovário e Mama.

A Tecnologia NGS possibilita a realização de tratamentos em medicina personalizada no combate direcionado a cada tipo de câncer, considerando a constituição genética do tumor. Dessa forma, também é possível monitorar o surgimento da doença para pessoas com síndromes de câncer hereditário.

A identificação dos detalhes da doença de cada pessoa já trouxe melhoras importantes para o tratamento do câncer e promete refinar cada vez mais o modo como o câncer vem sendo tratado. Na área oncológica, mais de 70% de todos os medicamentos em desenvolvimento já são conduzidos com base na abordagem da medicina personalizada para um subgrupo específico da população e com a utilização de biomarcadores.

 

 

Foto: Tati Freitas