Visando garantir o bem-estar físico e mental do servidor, para que assim seja possível uma melhor prestação de serviço à sociedade, a Guarda Civil Municipal de Salvador (GCMS) reuniu três profissionais essenciais para compor a equipe do órgão: uma Assistente Social, uma Psicóloga e uma Médica Psiquiatra.

As três profissionais estão inseridas no Núcleo Psicossocial, com intuito de prestar orientações, acolhimentos, bem como promover atendimento psicoterápico especializado que possa tratar ou garantir a antecipação de identificação de problemas ou transtornos psicológicos e emocionais, como ansiedade, depressão e dificuldades de relacionamento. O Núcleo fica diretamente vinculado à Gerência de Desenvolvimento Humano, através do Centro de Valorização, setor responsável pela elaboração, supervisão e aplicação de procedimentos e programas multidisciplinares que dão suporte ao GCM.

De acordo com o Chefe do Centro de Valorização, Thiago Santos, a Assistente Social Suely Barreto atua a mais de nove anos na instituição, desenvolvendo atividades de suma importância para o órgão. “Além da nossa Assistente Social que possui uma longa experiência na Guarda Civil, contamos com a Psicóloga Lilian Fortes, que já possui conhecimento em atendimento na Polícia Civil, e está totalmente inserida na instituição. Hoje, temos o prazer de receber a Médica Psiquiatra, Dra. Joana Abrahão, que já possui know-how no Núcleo Psicossocial da Polícia Federal e chega para ampliar as ações direcionadas aos Guardas Civis”, detalhou.

Para o Inspetor Geral da GCM, Alysson Carvalho, o cuidado com o servidor é um dos pontos fortes para garantir o melhor atendimento à população. “A Guarda Civil Municipal só tem a ganhar com esta iniciativa. Entendemos o quanto é importante cuidar dos nossos, para que esse cuidado seja retransmitido ao cidadão”, pontuou. “Temos convicção do grande trabalho que tem sido realizado diariamente pela Guarda Civil Municipal, por isso precisamos garantir a devida atenção e ampliar os cuidados com nossos agentes, que são seres humanos e estão sujeitos a enfrentar situações complexas nas atividades laborais e em suas vidas pessoais”, completou o Diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Maurício Lima, ao frisar o quanto a instituição ganha com esse atendimento especializado, humanizado e totalmente voltado ao bem-estar do servidor.

Foto: Agecom Prefeitura