As autoridades mexicanas informam que ao menos 217 pessoas morreram por causa do terremoto de magnitude 7,1 que atingiu a Cidade do México e mais cinco Estados na tarde desta terça-feira (19/08). O sismo também destruiu ao menos 50 prédios, incluindo uma escola de Villa Coapa, no extremo sul da cidade. A Defesa Civil pediu que os moradores contribuam para os resgates com ferramentas, remédios, comida e água e que doem sangue.

Essa nova tragédia atingiu o México no mesmo dia em que se completam 32 anos do sismo de 1985, que deixou 10 mil mortos. A região mais atingida é a mais populosa do México, com 41,2 milhões de pessoas, ou 34% dos habitantes do país.

De acordo com as autoridades, as regiões mais afetadas foram o centro —concentra os prédios históricos— e a zona sul, que abarca tantos bairros afluentes quanto mais pobres.

As aulas foram suspensas em 11 das 32 unidades federativas mexicanas, incluindo as sete mais afetadas pelo tremor.