Com apenas dois triunfos no Barradão em 12 jogos disputados em seu domínio, o Vitória vai entrar em campo nesta quinta-feira (19/10), às 19h pelo horário da Bahia, focado e acabar de uma vez por todas com a história de não vencer em casa. Bastante incomodados com essa inexplicável situação, uma vez que fora de Salvador o Leão se impõem independentemente do adversário, os jogadores afirmam que chegou a hora de mudar essa situação.

Em coletiva de imprensa o meia Yago reafirmou que o fato de o time não ir bem em casa tem incomodado bastante o elenco rubro-negro, que trabalha para reverter esse quadro. “Essa é uma questão que está nos incomodando bastante. Todo mundo tem tocado muito nesse assunto. A gente tem conversado bastante, está ciente do que tem que fazer”, disse o jogador.

No único treino que comandou para o embate com os paranaenses, o treinador Vagner Mancini optou por fazê-lo com portões fechados para a imprensa. Em release da assessoria de imprensa rubro-negra, Mancini orientou um trabalho tático com foco no posicionamento da equipe. Depois do treino tático, o time fez uma atividade com bola em campo reduzido.

Responsável pela mudança radical na forma de jogar do Leão, Vagner Mancini não divulgou a escalação. No entanto, deve entrar em campo amanhã com Caíque; Caíque Sá, Ramon, Wallace e Juninho; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Yago e Neilton; David e Santiago Tréllez.

Ainda com dores no pé, o goleiro Fernando Miguel foi barrado. Dessa forma, Ronaldo será o reserva de Caíque. Também estão de fora o zagueiro Kanu e o atacante Kieza.

Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória Divulgação