Em discurso na tribuna do Senado nesta quarta-feira (29/11), a senadora Kátia Abreu, do Tocantins, fez duras críticas à direção do PMDB que lhe expulsou do partido. Ela atacou especialmente o presidente nacional da legenda, senador Romero Jucá, de Roraima, a quem chamou de ‘canalha, crápula e ladrão de vidas’.

Kátia Abreu foi acusada de falta de decoro e insurgência E vinha sendo alvo de críticas por parte de peemedebistas desde a época do impeachment de Dilma Rousseff, quando ele votou a favor da petista.

A senadora também vinha sendo acusada de ferir o Estatuto do Partido por fazer duras críticas ao governo do presidente peemedebista Michel Temer.  Na última quinta (23), o Conselho de Ética do PMDB decidiu, por unanimidade, expulsar a senadora do Tocantins do partido e cancelar a filiação partidária dela.

Kátia Abreu – Foto: EBC