Neste sábado (10) de Carnaval, 328 condutores foram abordados pelas blitze da Lei Seca realizadas em diversos pontos da capital baiana pela Transalvador. Destes, 58 foram autuados por ingestão de bebida alcoólica e 33 por infrações diversas. Foram recolhidas 51 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e 11 veículos foram removidos ao pátio da autarquia. Em todo o Carnaval, 1.470 abordagens já ocorreram com 350 autuações e 197 CNHs recolhidas.

A ação preventiva de fiscalização e abordagem educativa com motoristas é realizada diariamente também junto a condutores profissionais, entre taxistas, motoristas de ônibus e motoristas da Prefeitura, com o objetivo de coibir o consumo de bebidas alcoólicas por estes profissionais em horário de serviço. Desde a última quinta-feira (8), primeiro dia oficial de Carnaval, quando foi iniciada a operação, 1.827 motoristas profissionais foram abordados pelos agentes.

Somente neste sábado, foram abordados 126 taxistas, 88 motoristas de ônibus e 321 motoristas da PMS. Até o momento, nenhum foi flagrado por ingestão de álcool. “Isso significa que estamos trabalhando com competência, neste trabalho de prevenção, que deverá se refletir no ano todo”, completou.

Incidente – O professor adjunto e pró-reitor de Pesquisa da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Marcelo Embiruçu de Souza foi preso em flagrante na madrugada deste domingo (11), após agredir fisicamente um agente de trânsito durante blitz da Lei Seca realizada no bairro da Pituba. Além da agressão, o condutor ainda se recusou a apresentar a CNH e a realizar teste do bafômetro.

“Este tipo de agressão a um funcionário público no exercício de suas funções é inaceitável. Nossa equipe jurídica tomou as providências cabíveis no momento, e agora o agressor deverá responder na justiça pelos seus atos”, disse o superintendente da Transalvador Fabrizzio Muller.