Até o dia 22 de setembro as 120 unidades básicas de Salvador receberão crianças menores de 5 anos e adolescentes entre 9 e 15 anos incompletos para atingir os objetivos da Campanha Nacional de Multivacinação, que pretende acabar com os casos de pendências com vacinas do calendário básico. O atendimento será de segunda a sexta-feira, entre 8 e 17 horas.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), mais de 400 mil jovens fazem parte do público-alvo da ação. A caderneta de vacina será avaliada pelo profissional, que administrará a dose necessária.

Para acabar com essas pendências serão oferecidas doses das vacinas BCG, Pentavalente, Rotavírus, Pneumo 10, Meningo C, Tríplice Viral, DTP infantil, contra varicela, contra poliomielite (VIP e VOPb), contra hepatite A, contra a hepatite B, entre outras.

“A ação visa resgatar não vacinados ou completar esquemas de imunização, por isso não há uma meta pré-estabelecida a ser alcançada, no entanto, iremos avaliar o número de doses aplicadas no período”, disse Doiane Lemos, subcoordenadora de controle de doenças imunopreveníveis.

Ainda de acordo com a subcoordenadora, esse ano a campanha incluiu os adolescentes visando estimular essa faixa etária para a importância de concluir o esquema de vacinação iniciado na infância.