Depois da China, a comitiva do Governo da Bahia seguiu para Pune, uma das cidades polo de tecnologia na área da biomedicina na Índia. A visita ao país garantiu a implantação de uma empresa de fabricação de biofármacos, constituídos a partir de organismos vivos, dentro do sistema do Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia (Cimatec).

A empresa indiana Gennova Biopharmaceuticals Limited, especializada na área, será responsável pela transferência de tecnologia para a produção dos medicamentos biológicos na Bahia. Em reunião nessa terça-feira (12), um protocolo de intenções foi assinado ratificando a associação e o interesse mútuo da Gennova e do Cimatec, com o apoio do Governo do Estado, para que, a curto prazo, a Bahia já possa fabricar esses medicamentos que representam o mais alto grau de tecnologia da medicina curativa.
O secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, destacou que “a assinatura do documento é um passo importante para o desenvolvimento tecnológico da Bahia. A transferência de tecnologia e a implantação da unidade de produção de biofármacos é um avanço para a saúde dos baianos, dos brasileiros, e ainda interfere positivamente na nossa economia”.
Além do vice-governador, João Leão, e do presidente da Gennova, Sanjay Singh, estavam presentes no encontro o senador, Roberto Muniz, o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Antônio Alban, o diretor de Tecnologia e Inovação do Cimatec, Leone Andrade, e o cientista chefe de pesquisa do Cimatec, Roberto Badaró.
A Gennova foi constituída em 2001 e é uma empresa de biotecnologia que desenvolve e fornece produtos especiais avançados. A empresa fabrica e comercializa suas próprias marcas de TNK-tPA (ativador de plasminogênio tecidual), GM-CSF (fator estimulante de colônias de granulócitos e macrófagos) e EPO (eritropoietina humana recombinante).
Biofármacos 
São medicamentos originados a partir de um processo biológico, capazes de agir praticamente de forma individualizada em determinados tratamentos, ampliando as possibilidades de cura e minimizando os efeitos colaterais. Os medicamentos biológicos são administrados por injeções ou infusões, direto na veia, e tratam doenças como do coração e coronárias, AVC, autoimunes, artrite reumatoide e alguns tipos de câncer.
Foto: Divulgação Casa Civil / GOVBA