Mais de 30 obras de arte produzidas por estudantes da rede estadual de ensino, da capital e interior do estado, para o projeto Artes Visuais Estudantis (AVE), estão sendo expostas no XIX Encontro Internacional Virtual Educa, que acontece até sexta-feira (8), no Centro Estadual de Educação Profissional, Formação e Eventos Isaías Alves (Iceia), no bairro do Barbalho, em Salvador. As obras possuem estilos e técnicas diferenciadas, a exemplo de pinturas em tela, esculturas com materiais recicláveis, colagens com papel e outras formas de aplicações que evidenciam a criatividade dos jovens artistas.

As estudantes Evellyn Santos, 17, e Larissa Doria, 18, do 3º ano do Colégio Estadual Luis Tarquínio, ficaram encantadas com a originalidade das obras. “Fiquei encantada com estes quadros e esculturas que foram criados por estudantes como nós”, enfatizou Evellyn Santos. Já sua colega de sala Larissa Doria afirmou que “são obras muito lindas e cada uma conta sua história contextualizada com as regiões onde os estudantes vivem”.

O diretor Neilton Souza de Jesus, do Colégio Estadual Santa Bernadete, localizado em Amargosa, se emocionou ao ver que dentre as obras em exposição, está o quadro “Hora de Libertar-se”, que foi produzida pelo ex-estudante de sua unidade escolar, David Juan Sodré, que cursava o 9° ano e, agora, está cursando o Ensino Médio em outra escola da rede estadual.

“Estou muito feliz ao ver tantas obras de arte criativas criadas pelos nossos estudantes da rede e que estão tendo visibilidade em um evento internacional com a participação de educadores de várias partes da Bahia, Brasil e, também, vindos de outros países. São obras que demonstram uma sensibilidade extraordinária e esta proposta da Secretaria da Educação do Estado está potencializando estas habilidades e os motivando a cada vez mais participar dos projetos de arte e cultura”, salientou o gestor Neilton de Jesus.

Além da exposição do AVE, os participantes do Virtual Educa puderam conferir uma apresentação de canto coral de 33 estudantes que fazem os cursos técnicos em Instrumentos Musicais e Canto, no Centro Estadual de Educação Profissional em Música (CEEP), localizado em Salvador. “O repertório foi composto por músicas tradicionais brasileiras e espanholas que mostram o resultado obtido na disciplina de canto coral e que evidencia o trabalho de percepção musical dos estudantes. É uma grande oportunidade dos estudantes mostrarem seus talentos para a comunidade educacional local, nacional e internacional”, ressaltou a diretora do CEEP, Cristina Nascimento.

O Artes Visuais Estudantis (AVE) é um projeto pioneiro, de caráter educativo, artístico e cultural, concebido a partir de uma perspectiva abrangente e propõe estimular a criação de obras de artes visuais nos contextos escolares, assim como a valorização das expressões culturais regionais; estimular o processo de embelezamento e estetização da escola e da vida. Além disso, visa promover exposições dessas obras de arte estudantis nos contextos escolares; estimular a produção artística, buscando compreender a obra de arte como objeto de ampliação do conhecimento, assim como instrumento de mudanças; além de interagir com outras culturas.

Foto: Josenildo Almeida / Divulgação