A casa do advogado Tiago Cedraz, filho do ministro Aroldo Cedraz, do Tribunal de Contas da União (TCU) foi visitada na manhã desta quarta-feira (23/08) por agentes da Polícia Federal, que cumprem mandados de busca e apreensão. Tiago, que é um dos alvos da 45ª fase da Operação Lava Jato, será, segundo a PF, intimado a depor. A operação ocorrem em ruas de Salvador, no Distrito Federal e também em Cotia, na Região Metropolitana de São Paulo.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, Tiago Cedraz teria tentado favorecer a Sargeant Marine, empresa americana que fornecia asfalto à Petrobras. As investigações apontam participação do advogado em reuniões onde o pagamento de propina para agentes públicos foi acertado.

O nome do advogado Tiago Cedraz aparece no esquema de corrupção com os depoimentos do lobista Jorge Luz, que teve negado um pedido de delação premiada junto à Lava Jato. Jorge Luz está preso em Curitiba.

Em sua denúncia, Jorge Luz diz que Tiago Cedraz recebeu cerca de US$ 20 mil em pagamentos ilícitos e intermediou o contato entre a empresa americana e a Petrobras.

Tiago Cedraz – Foto: Reprodução TV Justiça