A Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal liberou 875 presidiários para uma saída temporária prevista em lei.
Os detentos terão dois dias do chamado saidão de festa junina que se estende de sábado, 10 até as 10h. de segunda-feira (11), quando deverão retornar ao presídio. Entre os beneficiados pela medida, estão 42 mulheres.
A liberação foi autorizada pela Vara de Execuções Penais levando em conta uma regra, que autoriza 35 dias por ano para os detentos que cumprem prisão em regime semiaberto.
Além do fim de semana junino, os presos também contam com saídas em datas e períodos festivos como a Páscoa, Dia das Mães, dos Pais, das Crianças, Natal e Ano Novo.

Os beneficiados não podem frequentar bares, usar drogas, nem sair de casa após as 18h.  Se algum detento não retornar no dia e no horário previstos, passará a ser considerado foragido e poderá perder o direito ao regime semiaberto quando for recapturado, além de responder a um inquérito disciplinar.

foto:assinap