Com um investimento de R$ 217,8 mil, a primeira geomanta grafitada será entregue pela Prefeitura na Rua Pedro Conselheiro Luiz, no Rio Vermelho, no cruzamento da antiga Coca-Cola. O evento, comandado pelo prefeito ACM Neto, acontece nesta sexta-feira (19), às 10h30, a obra que protege uma encosta de 1.391 m² e beneficia cerca de 53 famílias. Adotada desde 2016, a técnica já foi aplicada em 113 áreas de risco, compreendendo um total de 77,4 mil m², onde foram investidos pela administração municipal cerca de R$ 12 milhões.

“A geomanta é um grande avanço trazido pelo prefeito ACM Neto que, com celeridade, gera segurança e proteção através da impermeabilização, garantindo tranquilidade à população que vive em áreas de risco”, afirma o diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macedo.

Sosthenes conta que, ao analisar algumas geomantas já aplicadas, percebeu que em determinadas situações poderia dar um pouco de cor a elas. “Conversando com alguns parceiros da Prefeitura de Salvador e de fora, vimos na grafitagem a oportunidade de ‘dar vida’ a algumas geomantas. Essa foi a primeira, mas pretendemos ampliar esta ação em parceria com a Fundação Gregório de Mattos”, declara.

Inspirada na paisagem do próprio bairro, o trabalho de grafitagem realizada pelo artista Bruno Wiw destaca a liberdade, o mar, a natureza, belezas características do Rio Vermelho. “É uma iniciativa muito boa porque, além da conservação, promove a parte estética da obra, além de ser mais uma oportunidade para os artistas grafiteiros desenvolverem seus trabalhos em Salvador, que é uma cidade que ainda não está tão acostumada com a arte do grafite”, afirma.

Processo – Inicialmente, a área que vai receber a geomanta é avaliada para verificar a possibilidade da instalação. Sendo aprovada, é realizada a limpeza e remoção de materiais como vegetação, lixo, restos de obra e revestimento solto. Posteriormente, é instalada a geomanta, que consiste na aplicação do material formado por um composto de PVC e geotêxtil, que é revestido com argamassa de concreto, seguida por pintura antifungos. A finalização compreende a instalação de canalhas, cerca de proteção e reconstituição da drenagem.