Cobrada pelos torcedores e muito criticada pela imprensa, a diretoria do Bahia acabou demitindo o técnico Preto Casagrande na noite de ontem. A decisão foi comunicada através do site oficial do clube. Na manhã desta quarta-feira (04/10) a direção tricolor iniciou tentativas de negociações para trazer um novo comandante para o time.

 

Sondado, Milton Mendes já avisou que não virá. Na verdade, a direção do Bahia demitiu Preto Casagrande sem ter fechado comum novo técnico.

 

Além de Milton Mendes também foram ventilados os nomes de Cristóvão Borges, que treinou o Bahia em 2013; e Sérgio Soares, que comandou o tricolor em 2015. Nenhum dos dois deixou saudades na torcida, que já está preocupada com o próximo jogo do Bahia, mais uma vez sem comando técnico.

 

O time pega o Palmeiras, em São Paulo, no dia 12/10. A apenas um ponto da zona de rebaixamento, um resultado negativo pode ser muito ruim para o tricolor.

 

O tempo de duração do contrato foi decisivo para a negativa de Milton Mendes, que tinha treinado o Vasco e está sem clube. Segundo o treinador, que já comandou times como Atlético-PR, Santa Cruz, Paraná e Ferroviária-SP, não lhe convém um contrato até o fim do Brasileirão, que acaba em dezembro. Diante do impasse, Milton Mendes avisou que seguirá com seus planos de viajar para Portugal.

 

Mais uma vez sem técnico oficial, o Bahia ocupa a 13ª posição na tabela, com 31 pontos, um a mais que o Sport, primeiro time da zona de rebaixamento.

 

Milton Mendes – Foto: Vasco / Divulgação