Referência, tradição, pioneirismo e inovação. Essas são só algumas palavras-chave que compõem a trajetória do Hospital Santa Izabel, que pertence à Santa Casa da Bahia e tem destacada atuação na área de saúde. A expertise se estende às iniciativas de humanização e experiência do paciente na assistência que proporcionam vivências únicas e diferenciadas.

 

Entre elas, merecem destaque o trabalho desenvolvido pelo pianista Diógenes Filho, mais conhecido como Zito Moura, colaborador do HSI há oito meses. O músico se apresenta as segundas, quartas e sextas-feiras, das 15h às 17h, no Salão Preto e Branco do hospital.

 

“Este é um trabalho muito gratificante e totalmente diferente dos demais que possuo. Quando estou tocando, o paciente se aproxima muitas vezes triste, preocupado e logo acaba mudando seu humor ao interagir comigo, pedindo músicas, cantando e dançando”, explica Zito Moura.

 

Diagnosticada com tuberculose cutânea, doença que provoca febre, nódulos nas pernas, barriga estendida, dentre outros problemas, a cabeleireira baiana Katianny Ferreira Vidal, 30 anos, fala um pouco sobre a importância do trabalho realizado por Zito.

 

“É um privilégio poder acompanhar o trabalho do Zito, que pra mim é um artista nato. Sempre que posso eu prestigio as apresentações. Me sinto mais calma, me alegro e me emociono sempre quando ouço ele tocar. Os meus estilos musicais preferidos são jazz, blues, MPB e música clássica. Gostaria de parabenizar a Santa Casa da Bahia por essa iniciativa, por todo o atendimento e toda a assistência que tenho recebido”, afirma Katianny Ferreira Vidal, paciente do Hospital Santa Izabel há 40 dias. Ela se encontra na enfermaria, pelo SUS.

 

Segundo um estudo divulgado por cientistas da Universidade de Helsinque, na Finlândia, escutar música clássica, por exemplo, ativa os genes associados à função cerebral e ajuda a prevenir as doenças neurodegenerativas.  Não por acaso, a música clássica está inserida no repertório de Zito, que por sua vez é bem eclético e também abrange canções de ritmos diversos, como jazz e pop.

 

Já de acordo com outra pesquisa realizada pela Universidade de Medicina da Alemanha provou que, se uma pessoa estiver se sentindo triste, a música pode contribuir para animá-la.

 

Além dos pacientes e colaboradores, como médicos, enfermeiros e outros profissionais de assistência, os visitantes também interagem com Zito durante suas apresentações, pedindo músicas.

 

“As pessoas se beneficiam pelos efeitos terapêuticos que a música provoca. Ela tem conexão com o sistema límbico, que rege as emoções, por isso traz benefícios neurológicos e proporciona um momento de bem-estar, que gera equilíbrio emocional e leva ao relaxamento. Além disso, a música permite o contato com sentimentos positivos e fortalece quem a ouve. O Zito realmente possui um repertório rico e belo e os que mais me chamaram atenção foram os clássicos da MPB”, conclui Ana Lúcia Freitas, coordenadora do Serviço de Psicologia e presidente do Comitê de Humanização e Experiência do Paciente do Hospital Santa Izabel.

 

 

Baiano, casado e pai de uma filha, Zito é graduado em Composição e Regência pela UFBA há 16 anos. Aos 50 anos de idade, o profissional possui uma ampla experiência na área e já trabalhou ao lado de artistas como Daniela Mercury, Carlinhos Brown, Margareth Menezes, Ivete Sangalo, Sarajane e Luiz Caldas. Além do piano, ele também toca violão. Atualmente, além do Hospital Santa Izabel, ele toca em eventos, festas, bares e restaurantes e também dá aulas particulares.

 

 

Não por acaso, no ano 2000, o HSI passou a ser referência em humanização e tornou-se um dos 93 multiplicadores do Programa Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar (PNHAH) que, em 2003, tornou-se Política Nacional de Humanização.

O Comitê de Humanização e Experiência do Paciente do Hospital Santa Izabel desenvolve e apoia projetos do segmento na instituição.

 

                                                                                                                                            

Fundado em 1549, como Hospital da Caridade, o Hospital Santa Izabel, hoje instalado no bairro de Nazaré, caracteriza-se pelo atendimento nas mais diversas especialidades, com destaque nas áreas de Cardiologia (reconhecido como centro de alta complexidade pelo Ministério da Saúde), Oncologia, Ortopedia e Neurologia. O Santa Izabel tem Acreditação com Excelência emitida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) referente a três níveis: Segurança do Paciente, Gerenciamento de Risco e Rotina, e os indicadores de Qualidade e de Desempenho. O Hospital Santa Izabel é uma das instituições que integram a Santa Casa da Bahia. Na área de saúde, também fazem parte da Santa Casa a Unidade Álvaro Lemos e a Casa de Saúde Solange Fraga.

 

 

Foto: Divulgação