Os atletas rubro-negros tiveram uma noção do clima otimista da torcida para a final do Baianão, próximo domingo (8),  às 16h, no Barradão, contra o rival. Na chegada ao clube, na manhã desta terça-feira (3), o grupo se deparou com uma enorme fila de torcedores nas bilheterias do estádio para adquirir ingresso.

Após marcar seu primeiro gol como profissional, no último clássico, o atacante Luan, 19 anos, comentou sobre a mobilização da torcida. “Isso aí é paixão. A gente tem que levar isso para a vida. Futebol é além das quatro linhas, envolve muitas coisas e a gente tem que valorizar muito isso. A vinda do torcedor aqui de manhã cedo, em plena terça-feira, alguns vão chegar atrasados ao trabalho, tem que valorizar bastante e colocar o coração na ponta da chuteira”, disse a jovem revelação.

TREINAMENTO

Focados no clássico, os atletas deram início à preparação nesta terça, pela manhã. O técnico Vagner Mancini, como de hábito, se reuniu com eles antes, falou um pouco do primeiro Ba-Vi, domingo passado. Inicialmente, os atletas foram entregues a Lucas Itaberaba, aniversariante do dia. Com auxílio do assistente Lucas Penha, o preparador físico comandou o aquecimento.

Liberados, Mancini entrou em ação e dividiu suas atividades em duas partes. Na primeira, um treino alemão com bastante intensidade. Na segunda, sem os titulares, treino em campo reduzido. Os atletas que atuaram no jogo de ida da final fizeram um regenerativo.

Os atletas voltarão a treinar nesta quarta-feira (4), pela manhã, prosseguindo com a preparação para o clássico.

Foto: Maurícia da Matta / ECV Divulgação