Preso no âmbito da operação Lava Jato, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) disse, em depoimento ao juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, que vivi uma situação de absoluta penúria financeira.

“Infelizmente neste momento não posso ter renda. Estou sem trabalhar”, afirmou o peemedebista ao ser perguntado pelo juiz sobre seu rendimento atual. “Neste momento estou sem renda. Absolutamente sem renda. E os bens bloqueados. É uma situação de absoluta penúria”, ressaltou o ex-presidente da Câmara dos Deputados.

Cunha, que está em Brasília desde setembro, para prestar depoimento, acabou ficando por conta de adiamentos que ocorrer para o seu depoimento. Ele deve voltar para Curitiba, onde cumpre prisão.

Em sua fala Eduardo Cunha reclamou não vem tendo oportunidade para se defender no Paraná. Ele reclamou do que vê como cerceamento a sua defesa por parte do juiz  Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.