Os Ministros do Tribunal Superior Eleitoral, após a leitura do relatório de Herman Benjamin, rejeitaram as 4 primeiras preliminares arguidas pelas defesas de DIlma e de Temer. Todas as decisões se deram por unanimidade.

Dessa forma, TSE negou: 1) que o Tribunal não pudesse cassar o mandato do Presidente; 2) que parte das ações deveria ser extinta; 3) que a ação principal teria perdido o objeto após o impeachment; e 4) que teria havido inversão ilegal na ordem de oitiva das testemunhas.

Restam ainda 6 preliminares levantadas pela defesa.

Somente após a análise das preliminares (circunstâncias que não dizem respeito ao tema central do julgamento) é que os Ministros devem iniciar a decisão sobre a cassação ou não da chapa em si.

A sessão será retomada amanhã, às 9h.