Foi preciso muita gritaria, reclamação, filas intermináveis debaixo de sol e chuva, denúncia de imprensa e pressão do Ministério Público Estadual para que a Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba) – empresa do Grupo Neoenergia –  e a Caixa Econômica Federal (CEF) resolvessem chegar a um acordo possibilitando que as lotéricas voltassem a receber pagamento de conta de energia, a partir desta sábado (14/07). A população, espacialmente quem não tem conta em banco, foi quem mais sofreu com o danoso e descabido impasse.

Na noite desta sexta, Coelba e Caixa renovaram o convênio que permite às casas lotéricas arrecadar as faturas de energia elétrica já a partir deste sábado. A suspensão por parte das lotéricas começou em 1º de junho. Dá para imaginar o prejuízo causado à população de baixa renda, que já sofre com outros abusos e descasos sem que os responsáveis sejam punidos de alguma forma.

Diante da pressão do Ministério Público, a Coelba chegou a anunciar que não iria autorizar suas terceirizadas a efetuarem corte de energia de consumidores inadimplentes. Apesar do acordo, essa medida estará valendo para clientes que estão com as faturas atrasadas em decorrência do descredenciamento das lotéricas.

Quem também se mobilizou em defesa da população foi a diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), que notificou a Coelba para apresentação de esclarecimentos sobre o fim do convênio com a Caixa.

Foto: Reprodução do Blog do Redação