A partir desta segunda-feira (15), uma alternativa mais moderna de pagamento para o estacionamento zona azul começa a funcionar em Salvador. O Zona Azul Digital chega para dar mais confiabilidade e segurança aos motoristas da capital baiana. Com o novo sistema, os condutores poderão pagar pelo estacionamento em uma das mais de 11 mil vagas disponíveis usando o celular.

Aplicativos de três empresas estarão disponíveis para download nas lojas virtuais para celulares. Até o momento, já foram autorizadas à comercialização as empresas: Sistema de Estacionamento Veicular do Brasil Ltda (Serbet), Inova Soluções em Tecnologia e Gestão Ltda e On Tecnologia de Mobilidade Urbana Ltda. Essa relação será atualizada quando forem credenciais. A relação pode ser vista no site da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador).

Depois de baixar o aplicativo, basta cadastrar login e senha. Será necessário informar o CPF ou CNPJ e alguns dados pessoais. “Queremos que os condutores tenham diversas opções de aplicativos para usar. Esse nosso esforço garante maior transparência nesse processo”, esclarece Fabrizzio Müller, superintendente da Transalvador.

Nesse período inicial de 12 meses, o condutor poderá escolher entre utilizar as cartelas de papel, que serão oferecidas pelos guardadores, ou utilizar o serviço pelos aplicativos credenciados. “Os condutores que optarem por fazer o pagamento utilizando o aplicativo da Zona Azul Digital não precisarão ter mais nenhum custo com guardadores, sejam eles credenciados ou irregulares”, salienta Müller.

O objetivo do Zona Azul Digital é acabar com problemas como a falta de guardadores e oferecer à população mais opções de pagamento, além de uma tolerância de 15 minutos. Pagamentos via cartão de crédito, débito, boleto bancário são algumas opções que estarão disponíveis. Os créditos podem ser comprados com antecedência ou apenas no momento em que o motorista for estacionar o veículo. Não haverá alteração nos valores já cobrados atualmente, de R$3 por 2h, R$6 por 6h e R$9 por 12h. Em eventos, a cobrança pode variar entre R$10 e R$20, dependendo da sinalização.

Os créditos ativados e encerrados com saldo de horas podem ser reutilizados em outro logradouro, desde que a regra de utilização seja a mesma. Por exemplo: sendo o crédito inicial adquirido para a regra de 6h, o saldo de horas não poderá ser utilizado em locais com regra de 2h.

Fiscalização – Não haverá alteração na forma da fiscalização feita pelos agentes da Transalvador. Para fiscalizar os veículos estacionados em área Zona Azul, o agente de trânsito utilizará um aplicativo próprio. Se o carro parado numa dessas áreas não estiver com a cartela física, o agente vai digitar a placa do veículo no aplicativo que irá informar se está regular ou não no Zona Azul Digital, desta forma é importante ficar atento ao horário em que o crédito expira.

O crédito ativado permitirá ao veículo estacionar na mesma vaga durante o tempo de validade. O veículo deve ser retirado da vaga após o término de tempo permitido, caso contrário, será considerado como estacionado de forma irregular.

Os motoristas credenciados pela Transalvador para estacionamento em vagas especiais (idosas, pessoas com deficiência ou com dificuldade de locomoção, gestantes e lactantes) compram os créditos normalmente pelo aplicativo como qualquer outro condutor. Porém, nas vagas reservadas, além da ativação do crédito, continua sendo obrigatório manter no painel do veículo o cartão de credenciamento emitido pela Transalvador.