Hoje em dia os celulares estão ficando cada vez maiores, mas existem algumas empresas que ainda nadam contra a maré. É o caso da japonesa Kyocera, que revelou um aparelho tão fino e leve que pode ser colocado dentro de uma carteira com tranquilidade.

O modelo é KY-O1L, que será comercializado no Japão a partir do próximo mês pela operadora NTT Docomo. Ele tem apenas 5,3 milímetros de espessura e pesa só 47 gramas. Com essas características, é evidente que se trata de um telefone bem básico.

O KY-O1L tem uma telinha de apenas 2,8 polegadas que não tem cores, apenas escala de cinza. Ela é feita de e-paper, a mesma tecnologia usada nos leitores digitais como Kindle e Kobo, que têm a grande vantagem de economizar bateria. O dispositivo também conta com conectividade 4G e uma bateria pequena de 380 mAh. Não há qualquer tipo de câmera ou loja de apps, mas o celular ao menos conta com um navegador.

 

Apesar de o celular ser realmente pequeno, leve e fino, existe alguma controvérsia se ele merece realmente o título de mais fino do mundo anunciado pela Kyocera. Isso porque o Moto Z de 2016 tinha apenas 5,2 milímetros de espessura, mas também contava com uma lombada extra para câmera que na prática aumentava essa estatística. Já o aparelho da Kyocera sequer tem uma câmera para aumentar o volume.

O aparelho não deve ser comercializado fora do Japão, mas para quem se interessar, ele tem o preço sugerido de 32 mil ienes, equivalente a cerca de R$ 1.050 na cotação atual da moeda. Não é um valor barato.

Fonte: Renato Santino – Olhar Digital