O Twitter anunciou novas regras para combater comportamentos inadequados nesta segunda-feira, 1º. Em meio à crescente contestação, a rede social passará a monitorar a criação de perfis falsos e ligados a organizações banidas da plataforma. A empresa anunciou ainda o combate ao compartilhamento de material hackeado.

Em seu blog oficial, o Twitter anunciou que está expandindo suas regras de combate a contas falsas para detectar comportamentos mais avançados. A partir de agora, a rede também vai considerar se a foto do perfil é proveniente de um banco de imagens ou foi roubada de alguém. Além disso, a rede social fará o mesmo tipo de verificação para a biografia do usuário e verá se as informações contidas na página pessoal usam informações enganosas.

Outra medida dura anunciada é que, ao identificar uma conta que viola as suas regras, o Twitter também agirá contra perfis associados. Segundo a rede social, a iniciativa pretende evitar que estas outras contas imitem ou tendem substituir o usuário que foi suspenso inicialmente.

A empresa quer combater ainda a distribuição de material obtido por hacking, especialmente que contenham informações pessoais, segredos de comércio e dados que possam colocar pessoas em risco. Já discussões e comentários sobre estes materiais não devem ser considerados violações das políticas do site, por enquanto.

Nos últimos meses, o Twitter tem intensificado o seu combate a contas de SPAM e com publicação de conteúdo abusivo. Recentemente, a empresa interrompeu o processo de verificação, promoveu mudanças no algoritmo para coibir comentários com discurso de ódio, entre outras coisas. Os questionamentos às práticas da empresa cheguem em meio a campanhas eleitorais em países como Brasil e Estados Unidos.

Fonte: Olhar Digital